Moji RibaGuardião de ritos ancestrais

Publicado em 2008clockTempo de leitura: 40s
scroll-down

As culturas ancestrais de tribos do estado de Arunachal Pradesh, na Índia, estão sucumbindo à influência do mundo moderno. Para que essas ricas tradições possam ser perpetuadas, Moji Riba decidiu mobilizar um grupo de jovens, implementando um ambicioso projeto de documentação de crenças e costumes praticados na região.

localizaçãoÍndia

Percebi que documentar não é suficiente. Precisamos revitalizar as tradições que estão desaparecendo.

Nas últimas décadas, entretanto, os meios modernos de comunicação, o desenvolvimento econômico e o uso de outros idiomas, como híndi e inglês, têm contribuído para a erosão dessas tradições.

O tema da preservação de culturas sempre despertou o interesse do cineasta Moji Riba. Em 1997, decidiu fundar o Centro de Pesquisa e Documentação Cultural, nos arredores de Itanagar, capital do Arunachal.

Parte do projeto desenvolvido por ele consistia em filmar o ciclo de vida das tribos nativas da região, registrando rituais como casamentos e colheitas, tradições orais e mitos. Moji Riba vem empregando diversos métodos, inclusive música, para incentivar o interesse dos jovens pelo patrimônio cultural de seu povo. “Visitamos escolas para apresentar os filmes que realizamos e os slides com fotos que tiramos de diversas tribos nativas”, explica ele. Moji Riba desenvolve atualmente um projeto de disco com canções em nove idiomas arunachali, adaptadas para gêneros contemporâneos.

  • 15

    Tribos participam do projeto de documentação cultural desenvolvido pelo Centro de Pesquisa e Documentação Cultural de Riba

Programa

Prêmios Rolex de Empreendedorismo

Descubra

Compartilhe esta página