Descubra as últimas tutorias

O Programa Rolex de Mestres e Discípulos é uma iniciativa filantrópica internacional que seleciona jovens talentos no mundo todo a fim de propor uma colaboração criativa com um renomado mestre no âmbito de uma relação de tutoria individual. Desde 2002, a empresa vem promovendo o encontro entre mais de 50 mestres e discípulos nas áreas de dança, cinema, literatura, música, teatro, artes visuais e arquitetura.

A proposta é que os mestres e os discípulos convivam durante pelo menos seis semanas, mas muitos passam um tempo consideravelmente maior juntos. São eles que decidem onde se reunirão e como desejam colaborar. Isso significa que o discípulo pode acompanhar de perto o trabalho do mestre ou ambos podem estabelecer uma colaboração para realizar um trabalho conjunto.

Quando a música une fronteiras

O músico indiano Zakir Hussain, intérprete virtuose de tabla, logo percebeu o talento de seu discípulo, o baterista norte-americano Marcus Gilmore. No fim do período de tutoria, em parte graças à influência do mestre, Gilmore alcançou seu objetivo: compor a primeira obra para orquestra. Durante o processo, Hussain ensinou a Gilmore o princípio indiano segundo o qual o amor do músico por seu instrumento é fundamental.


Construir a África com a sua própria essência

O renomado arquiteto britânico-ganês, Sir David Adjaye, e sua discípula originária do Níger, Mariam Kamara, compartilham a mesma convicção: a arquitetura africana precisa ter sua própria identidade. Durante o programa de tutoria, o mais importante dos vários ensinamentos que ele lhe transmitiu foi “ser sincera consigo mesma”.


Uma transformação progressiva

A tutoria com a coreógrafa canadense Crystal Pite, uma das mais consagradas figuras da dança moderna, contribuiu não apenas para o amadurecimento da dançarina de street dance senegalesa Khoudia Touré enquanto dançarina e coreógrafa, mas também enquanto pessoa.


A literatura irlandesa não se acomoda

O escritor irlandês Colin Barrett e seu mestre e compatriota Colm Tóibín, autor aclamado de mais de uma dezena de livros, dedicaram o período de tutoria a discussões sobre a mecânica da escrita. O incentivo de Tóibín ajudou Barrett a terminar o primeiro romance, The English Brothers.


NOVOS MESTRES E DISCÍPULOS 2020–2021

Descubra mais