clockTempo de visualização: 05:06Publicado em 28 de maio de 2015

William Forsythe e Sang Jijia

Mestre e discípulo Rolex de Dança, 2002-2003

William Forsythe, um dos mais inovadores dançarinos e coreógrafos da atualidade, acredita que o balé “não deveria ser deixado no século XIX”. Sua abordagem radical encontrou em Sang Jijia, talentoso bailarino chinês de origem tibetana, o discípulo perfeito. “Sang-ba é como água não poluída,” diz William Forsythe. “Ele flui, totalmente límpido”.

Descubra nossos vídeos relacionados