icon-clockTempo de visualização: 07:24Publicado em 23 de Setembro de 2014

Martine Fettweis-Viénot

Laureada Rolex, 1984

Em 1975, a jovem arqueóloga e historiadora de arte belga Martine Fettweis-Viénot, começou um estudo independente dos afrescos maia multicoloridos do México e da Guatemala. Seu minucioso trabalho de cópia das pinturas deu origem à publicação de um catálogo e levou Martine a desenvolver novas teorias sobre os afrescos e sua função na sociedade maia.

Ler o artigo