Laury Cullen Jr.Restaurar a Mata Atlântica

Publicado em 2004clockTempo de leitura: 45s
scroll-down

O longo e lento processo de destruição da Mata Atlântica brasileira está sendo revertido graças a Laury Cullen Jr., que desenvolve um trabalho de proteção da singular fauna local, mobilizando os agricultores em favor da preservação.

localizaçãoBrasil

Em tempos passados, a Mata Atlântica cobria 1,2 milhão de km², ou seja, 12% do território brasileiro. Quando, há 26 anos, Laury Cullen Jr. se mudou para Pontal do Paranapanema, no estado de São Paulo, nove décimos da floresta, outrora exuberante, tinham sido destruídos. A derrubada das árvores para o comércio de madeira e para dar espaço às lavouras representou um custo devastador para os animais e a vegetação da região.

Temos um orgulho imenso em ver como nosso trabalho de campo mudou concretamente a paisagem, contribuindo para ampliar a cobertura vegetal da Mata Atlântica.

Trabalhando com pequenos proprietários rurais, Laury Cullen Jr., brasileiro formado em engenharia florestal, demonstrou que as técnicas agroflorestais são capazes de reabilitar os solos degradados e salvar a flora e a fauna, inclusive espécies ameaçadas, como mico-leão-preto, jaguar, anta e onça-pintada. O Instituto de Pesquisas Ecológicas, para o qual trabalha, vem reflorestando uma área de 100 hectares por ano, o que representa mais de um milhão de árvores.

Em 2011, foi concluído o maior corredor de reflorestamento do Brasil – uma faixa vegetal de 700 hectares que conecta as duas principais unidades de conservação da floresta. Mas, para Laury Cullen Jr., ainda há muito a fazer. Atualmente, novos corredores plantados para conectar trechos da floresta e populações de animais selvagens estão sob gestão comunitária de centenas de famílias locais que, graças à diversidade de árvores, da fauna e da produção agrícola, hoje conseguem obter uma renda melhor do que na época em que se dedicavam exclusivamente à agricultura. Estima-se que a renda da população local tenha aumentado em 18%.

A abordagem adotada por Laury Cullen Jr., que combina reabilitação da floresta e criação de novas fontes de renda para os agricultores, se tornou uma referência entre os projetos de conservação ambiental com gestão comunitária desenvolvidos no Brasil, criando um novo paradigma em que a humanidade e a natureza convivem em harmonia.

  • 65.000

    Toneladas de carbono serão estocadas nos 700 hectares da nova floresta, uma vez que a vegetação esteja plenamente desenvolvida

  • 300+

    Famílias aumentaram sua renda graças aos corredores integrados e às ilhas de floresta

  • 5%

    Crescimento anual do número de agricultores participantes

Programa

Prêmios Rolex de Empreendedorismo

Descubra

Compartilhe esta página