Buscar em rolex.org

Visão plena rumo à igualdade

Andrew Bastawrous

Um bilhão de pessoas no mundo sofrem de problemas de visão que são fáceis de tratar. Pelo menos um terço dessa população vive em lugares onde não chegam tratamentos oftalmológicos modernos. Contudo, esse cenário está mudando rapidamente graças a Andrew Bastawrous, um visionário oftalmologista britânico.

Antes de expandir sua atuação para vários países na África e na Ásia, a Peek Vision, iniciativa fundada por Andrew, já realizou quase um terço de um milhão de exames oftalmológicos em moradores da zona rural do Quênia. Além disso, mais de 20 mil pessoas são examinadas por mês em áreas remotas do Paquistão e têm a oportunidade de se consultar com um oftalmologista ou optometrista para receber cuidados oftalmológicos profissionais.

O Peek é um aplicativo para celular intuitivo, usado para identificar pessoas com problemas de vista e conectá-las a serviços médicos, em geral, tratamentos de restauração da visão. Por meio de um aplicativo para smartphone capaz de medir a acuidade visual e apresentar um resultado gráfico do diagnóstico, Andrew e sua equipe de pesquisadores e engenheiros criaram um sistema que pode ser operado por leigos, possibilitando, assim, identificar muito mais pessoas com problemas de visão. A versão avançada do aplicativo também fornece análise de dados, lembretes por SMS e outros recursos.

A tecnologia de Andrew Bastawrous foi inicialmente testada no Quênia, em Botsuana e na Índia. Ao todo, mais de 350.000 pessoas em todo o mundo já foram examinadas e os pacientes que precisavam de tratamento usufruíram de um atendimento médico adequado.

Trabalhar em lugares difíceis, junto a populações com menos acesso ou recursos para pagar por tratamentos oftalmológicos é uma escolha intencional. Não queremos deixar ninguém desassistido.Andrew Bastawrous

“Estamos oferecendo uma solução que ajuda a identificar pessoas invisibilizadas e garantimos que elas tenham acesso aos cuidados que podem atender às suas necessidades. Por fim, acompanhamos a eficácia do tratamento realizado”, explica.

Trabalhar em lugares difíceis, junto a populações com menos acesso ou recursos para pagar por tratamentos oftalmológicos é uma escolha intencional. Não queremos deixar ninguém desassistido.”

A inspiração de proporcionar plena visão a milhões de pessoas em todo o mundo começou quando Andrew era estudante no Reino Unido, padecendo com notas baixas. Bastaram um simples exame de vista e um par de óculos para tudo se transformar. “Os médicos pediram para eu ir para fora do consultório e descrever o que eu conseguia ver. Lembro de ter ficado estupefato que esse mundo enevoado em que eu vivia de repente ganhou um foco nítido e vívido. “Esse episódio foi um divisor de águas na minha vida, algo que jamais esquecerei.

“Algumas semanas depois, quando meus óculos finalmente ficaram prontos, pude enxergar como meus pais e meus amigos eram de verdade. Nem preciso falar que meu desempenho na escola mudou da água para o vinho”.

Sair de uma realidade turva para viver em um mundo de resplandecente clareza marcou o futuro oftalmologista para sempre. Hoje, essa metamorfose está traduzida em uma equipe com um objetivo cristalino: proporcionar esse mesmo milagre para milhões de pessoas que não têm acesso à optometria moderna.

Quando adolescente, Andrew teve uma segunda revelação ao visitar o Egito, terra natal de seus pais. No Cairo, ele viu centenas de crianças parecidas com ele, exceto pelos óculos, sobrevivendo de forma perigosa nos lixões da cidade. Ele ficou chocado com tamanha injustiça.

Sua visão aguçada o fez chegar à faculdade de medicina, onde se especializou como cirurgião oftalmologista, e também ao Serviço Nacional de Saúde da Grã-Bretanha (NHS, do inglês National Health Service).

Em países de renda baixa e média, há centenas, muitas vezes milhões, de pessoas que não têm acesso aos tratamentos oftalmológicos básicos e, por isso, ficam cegas ou já perderam a visão e não têm a oportunidade de recuperá-la.Andrew Bastawrous

Apesar da conquista, Andrew se sentia cada vez mais frustrado e impotente por não poder ajudar milhões de pessoas espalhadas pelos quatro cantos do mundo que precisavam restaurar sua capacidade de enxergar.

“Em países de renda baixa e média, há centenas, muitas vezes milhões, de pessoas que não têm acesso aos tratamentos oftalmológicos básicos e, por isso, ficam cegas ou já perderam a visão e não têm a oportunidade de recuperá-la”, explica.

De acordo com o médico, cerca de 1,1 bilhão de pessoas em todo o mundo sofrem de alguma deficiência visual que não foi tratada. Em muitos casos, um par de óculos ou uma operação de catarata pode resolver facilmente o problema.

Em 2011, Andrew deixou seu emprego no NHS e se mudou para o Quênia em busca de um sonho: proporcionar melhorias na visão de milhões de pessoas em regiões desfavorecidas em relação ao atendimento oftalmológico. Ao tratar mais de cinco mil pacientes em zonas rurais, ele logo notou que a falta de acesso era o principal entrave: os problemas de vista eram comuns na população rural, havia poucos especialistas em oftalmologia disponíveis e os exames diagnósticos eram difíceis de encontrar. Fora das cidades, as aldeias careciam de estradas e serviços médicos, mas a maioria dispunha de cobertura de telefonia celular.

Cinco anos depois, Andrew recebeu um Prêmio Rolex de Empreendedorismo que mudou o escopo de todo o seu projeto.

Hoje, ele e sua equipe estão próximos de atender às necessidades de deficientes visuais em nível global, com atenção especial para as pessoas com menos condições de acesso ou recursos para tratamento oftalmológico. Só no Paquistão, a população-alvo é de cerca de 30 milhões de pessoas que precisam de tratamentos para os olhos. “Nossa jornada não tem fim e requer uma atitude: acreditar que para melhorar, basta seguir em frente, sempre”, declara.

O Peek Acuity, aplicativo de autoexame de vista, foi lançado pela Peek no Google Play em 2016 e agora é um dispositivo médico certificado, disponível em mais de 190 países para qualquer pessoa que queira verificar sua saúde ocular.

Como parte da iniciativa Rolex Perpetual Planet, o projeto de Andrew é louvável por compartilhar ciência prática e tecnologia de forma universal, contribuindo para a melhoria da vida de toda a humanidade.

PUBLICADO EM 2016

Visão para a África

Ler o artigo original

Prêmios Rolex de Empreendedorismo

Conquistas

Descubra mais