Uma expressão de gênio em cinco letras

clockTempo de leitura: 40s
scroll-down

Em 2 de julho de 1908, Hans Wilsdorf depositava e registrava oficialmente a marca “Rolex” na Suíça. Um golpe de mestre que iria condicionar todo o sucesso futuro da empresa.

Uma inspiração fortuita

Hans Wilsdorf examinou várias soluções antes de ter, um dia, por acaso, a boa inspiração: “Eu tentava combinar as letras do alfabeto em todos os sentidos e o resultado foi que, ao cabo de algum tempo, eu tinha centenas de nomes a minha disposição, mas nenhum deles me deixava satisfeito”, relembra em um discurso feito em 2 de julho de 1958, durante a comemoração dos 50 anos da marca “Rolex”. Obtive centenas de nomes, mas nenhum me pareceu adequado. Uma manhã, sentado no segundo andar do ônibus, então puxado por cavalos, passava ao longo de Cheapside, na cidade de Londres, um gênio bom me sopra: “Rolex”.

Alguns dias mais tarde, a marca “Rolex” foi depositada, depois oficialmente registrada na Suíça. Seguiu-se, em 1913, o depósito da marca “Rolex” no plano internacional. Hoje, a marca “Rolex” é registrada no mundo inteiro.

Uma vez protegida sua marca, restava a Hans Wilsdorf outro grande desafio a superar: convencer os lojistas a fazer constar o nome “Rolex” em seus relógios. Com efeito, naquela época, cada revendedor, joalheiro ou relojoeiro, desejava ter seu próprio nome nos mostradores e não queria que o público conhecesse o fornecedor ou o fabricante.

Aumentar sua visibilidade

Hans Wilsdorf, então, procedeu em etapas: “Primeiro, eu fiz colocar o nome ”Rolex” em um relógio em cada caixa de seis, esperando que esse único relógio passaria despercebido e seria vendido mesmo apesar de seu nome. Gradualmente, eu ousei colocar o nome em duas peças, e depois, alguns anos,em três peças”, relata o precursor em seus escritos. Em 1926, ano do lançamento do Oyster, o relógio impermeável da Rolex, Hans Wilsdorf tomou a decisão de não entregar jamais um único relógio que não tivesse a marca “Rolex” no mostrador, na caixa e no mecanismo. “Rolex” tornou-se, desde então, uma marca indispensável.

Protegendo a marca

Desde muito cedo, Hans Wilsdorf entendeu a necessidade de criar e proteger suas próprias marcas. Ao longo de 50 anos, ele registrou dezenas de marcas. Desde seu falecimento em 1960, a Rolex continuou registrando e protegendo muitas outras marcas registradas. Hoje, um departamento inteiro da Rolex, composto por especialistas em marcas e nomes de domínio, garante a defesa desse precioso e prolífico legado. O Grupo Rolex possui mais de 5.000 marcas registradas no mundo inteiro e um número comparável de nomes de domínio, como o rolex.com.

O espírito da criação

Perpetual

Descubra

Compartilhe esta página