Steven L. GarrettSom refrescante

Publicado em 1993clockTempo de leitura: 35s
scroll-down

O cientista americano Steven Garrett desenvolveu um equipamento de refrigeração à base de energia acústica, com potencial para substituir as substâncias químicas que prejudicam a camada de ozônio.

localizaçãoEstados Unidos

Há cerca de 25 anos, Steven Garrett e seus colaboradores têm trabalhado discretamente no aperfeiçoamento de um sistema de refrigeração que dispensa o uso de substâncias químicas nocivas à camada de ozônio e ao clima do planeta – como os gases CFC e seus substitutos, um refrigerador arrefecido por ondas sonoras. Embora a comunidade científica tenha anunciado que a camada de ozônio está dando sinais de recuperação, a ameaça ainda é real. Com o aumento da temperatura global, a tecnologia de refrigeração termoacústica desponta como uma ideia muito promissora.

Quando foi descoberta a relação entre os gases CFC e a degradação da camada de ozônio, teve início uma busca desenfreada por substâncias químicas alternativas que pudessem ser usadas com a mesma tecnologia. No final, ficou evidente que as alternativas eram igualmente nocivas. Portanto, precisamos buscar algo completamente diferente.

Steven Garrett foi um dos pioneiros na área de termoacústica, com o trabalho que desenvolveu nos anos 1980 na US Naval Postgraduate School, quando iniciava sua trajetória profissional. A partir dos anos 1990, ocupou cargos de alto escalão nos departamentos de acústica e pesquisa da Penn State University e foi um dos fundadores da ThermoAcoustics Corporation. Entre as muitas provas de reconhecimento que recebeu, foi agraciado pela revista Popular Science com o prêmio de Tecnologia Ambiental. Steven Garret vem também se destacando por sua expertise no uso de biomassa como combustível para fogões.

Programa

Prêmios Rolex de Empreendedorismo

Descubra

Compartilhe esta página