Buscar em rolex.org

Paula Kahumbu: defensora dos direitos dos elefantes

Rolex National Geographic Explorer of the Year

A Dra. Paula Kahumbu, Exploradora da National Geographic, dedicou sua carreira à proteção dos elefantes, preservando-os das mudanças ambientais e da caça ilegal.

Criada nos arredores de Nairóbi, no Quênia, Paula não demorou muito para se apaixonar pela vida selvagem. A renomada conservacionista passou todo o ensino médio interagindo com animais em seu bairro e participando de expedições.

Durante sua pesquisa de doutorado sobre as florestas costeiras do Quênia, um encontro casual lançou uma nova perspectiva para a carreira de Paula: enquanto sua equipe se preparava para mensurar a biodiversidade da região, um grupo de elefantes os cercou silenciosamente. Em vez de enfrentarem os cientistas, os animais simplesmente se deitaram para dormir. Paula ficou impressionada com a elegância e a tranquilidade desses mamíferos gigantes ao seu redor.

A partir desse episódio, ela elegeu os elefantes como objeto de pesquisa de seu doutorado. Hoje em dia, alguns anos após esse encontro, Paula é uma ferrenha defensora dos direitos dos elefantes em todo o mundo. Ela atua como diretora executiva da WildlifeDirect, uma organização que ajuda conservacionistas a registrar e publicar suas descobertas na internet.

Paula também está à frente da campanha Hands Off Our Elephants ao lado de Sua Excelência Margaret Kenyatta, primeira-dama da República do Quênia. O trabalho de Paula para proteger os elefantes contra as mudanças ambientais e a caça ilegal ganhou o apoio de conservacionistas no Quênia e em todo o mundo.

Ela é reconhecida como embaixadora da conservação queniana pela Brand Kenya e, em 2015, recebeu o título da Ordem do Grande Guerreiro, concedido pelo presidente queniano por seus serviços excepcionais.

O trabalho de Paula Kahumbu para proteger os elefantes ganhou o apoio de conservacionistas no Quênia e em todo o mundo.

Excepcional é um adjetivo que define Paula tanto dentro quanto fora das savanas. Ela é autora de livros aclamados pela crítica, incluindo Owen e Mzee, uma obra infantil que foi adaptada para um documentário. A cientista também colabora com regularidade para a revista National Geographic e contribui para o blog sobre meio ambiente africano do jornal The Guardian.

Depois de concluir o ensino médio na Loreto Convent Msongari School, no Quênia, Paula recebeu uma bolsa para estudar ecologia e biologia na Universidade de Bristol, no Reino Unido. Em seguida, ela fez mestrado na Universidade da Flórida e doutorado na Universidade de Princeton.

Em junho de 2021, a cientista foi agraciada com o prêmio Rolex National Geographic Explorer of the Year por seu compromisso com a preservação da vida selvagem e de habitats no Quênia e em outras regiões.

O prêmio concedido pela Rolex honra pessoas que realizam descobertas científicas e as compartilham em prol do mundo. A cada ano, o prêmio é geralmente atribuído a uma pessoa que contribuiu de forma significativa para a exploração e sua narrativa.

Com seu espírito destemido, Kahumbu desempenhou um papel fundamental na proteção do planeta, um princípio fundamental da iniciativa Perpetual Planet da Rolex. A iniciativa apoia indivíduos e organizações que usam a ciência para compreender os desafios ambientais do mundo e para conceber soluções que irão restaurar o equilíbrio aos nossos ecossistemas.

Ver todos os projetos